Slide

Conhecendo Portugal - parte 3



Olá! Estou aqui para falar sobre a terceira parte da viagem. Agora são as regiões de Estremadura, Ribatejo e a Beira.  Ao visualizarmos o mapa, essas regiões ficam bem no centro de Portugal e nelas estão algumas das cidades que, para mim, são maravilhosas porque guardam muita história e religiosidade.

 Primeiro falarei de Fátima, uma cidade que é um santuário fantástico e onde passam diversos peregrinos do mundo todo. Uma paz serena é a primeira sensação que tive ao estar lá. Mesmo para aqueles que não são católicos é fantástica a vibração positiva que esse lugar possui. Vale muito à pena conhecer a história dos três pastores que viram a nossa senhora que aparecia constantemente a eles.

Basílica de Nossa senhora de Fátima
Depois indo em direção a Lisboa, tempos a cidade de Batalha com seu vislumbroso mosteiro que é o cartão postal da cidade, construído entre os séculos XIV e XV.

Por dentro do Mosteiro de Batalha

dentro do Mosteiro de Batalha


Depois vem o lugar onde eu particularmente estava louca para conhecer que é a cidade de Alcobaça. Nela há o mosteiro de Alcobaça que guarda os túmulos de D. Pedro e Inês de Castro, a grande personagem de os Lusíadas que “depois de morta virou rainha”. Para mim a história de amor mais bonita que já ouvi.


Vista da fachada do Mosteiro

Túmulo de D. Pedro em frente ao túmulo da Inês de Castro

Outro lugar magnífico que conheci, e confesso que nem sabia que existia até eu estar lá,  é a cidade medieval de Óbidos  totalmente murada. Ela é um charme e quando você está lá parece que participa de um filme ou novela de época.

cidade murada de Óbidos
Na beira, a cidade que mais apreciei foi a cidade jovial de Coimbra. Ela é jovem porque reúne várias faculdades e acaba sendo o centro universitário de referência no país como  também da Europa. Estar lá é como você compartilhasse do estilo de vida dos universitários. É válido mencionar que os acadêmicos portugueses vivem intensamente todos os rituais da vida acadêmica, em especial, a queima de fitas que ocorre em maio. É uma festa que representa simbolicamente a queima de uma fita pelos estudantes antes de iniciarem seus exames de fim de ano. 

Em frente à biblioteca Joanina

Dentro da faculdade de direito

Os lugares que você não pode deixar de visitar são: a faculdade de direito e a biblioteca Joanina, criadas respectivamente em 1540 e 1724. Ambos os lugares são magníficos e guardam marcas da época das dinastias.

Na cidade há várias “tasquinhas”, pequenos restaurantes típicos portugueses que são um charme.  Geralmente o atendimento é feito por uma senhora que é a cozinheira, a garçonete, ou seja,  um “ faz de tudo”. Bem tradicional e com uma atmosfera bem acolhedora que torna um lugar que vale muito à pena apreciar até para conhecer um pouco mais do estilo Português de ser.
Bem, por essa semana é só, até semana que vem com mais Portugal e sua capital.

Seja o primeiro a comentar!

Postar um comentário

Deixe seu comentário, e obrigada!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...