Slide

Festival do Japão 2018

Desde sexta (20) até ontem (22) ocorreu em São Paulo no São Paulo Expo Exhibition, na rodovia dos Imigrantes, o 21º Festival do Japão, comemorando 110 anos de imigração japonesa. Conheço o evento de quando eu era adolescente e era bem menor do que é hoje, sempre posso compareço para ver coisas da cultura japonesa, danças tradicionais, arte e até o que anda rolando de novo por lá nos dias atuais.

Este ano o festival foi ainda mais especial para mim, porque consegui que o blog fosse reconhecido como imprensa, ou seja, o trabalho que faço falando também do que conheço sobre o mundo asiático foi reconhecido. Fiz uma cobertura pelos stories na sexta e sábado, tive muita gente respondendo e fiquei extremamente grata, aproveita e me segue também @vsusaki.

Marcas japonesas

O mais legal do festival é que ele traz marcas grandes e pequenas de origem e descendência japonesa, bom para quem quer conhecer mais e ainda fazer umas comprinhas tudo no mesmo espaço. O maior estande que tinha e que se situava logo na entrada do evento, e pela primeira vez, era a Ikesaki:

Estande Ikesaki no festival do Japão | (Imagem acervo pessoal)
Foi feita uma área de 3 mil metros quadrados, com um torii de entrada (portal que deseja boa sorte aos visitantes) e um túnel do tempo contando a história da marca que também se inicia com a chegada da família Ikesaki ao Brasil em 1934. 
Cosplays do estande da Ikesaki | (Imagem acervo pessoal)
 A rede de lojas foi inaugurada em 1970 e é uma das mais conhecidas e conceituadas em território paulistano, inclusive que também apoia as blogueiras de beleza da qual eu faço parte. Pena que não foi feito nada de especial ensinando a rotina de beleza das japonesas que está tão famosas quanto a das coreanas, ou ainda mostrar o tipo de maquiagem que elas usam.

Lojas japonesas conhecidas: Miniso, Sanrio, Hirota e Daiso | (Imagem de acervo pessoal)
Muitas marcas estavam com estandes vendendo produtos diferenciados, este ano vi mais mercados presentes, assim como as lojas de utilidades. A Hello Kitty representada pela Sanrio estava com um dos estandes mais fofos da feira.
 
Yakult, Azuma Kirin e Marukai | (Imagens acervo pessoal)
Entre as bebidas as mais conhecidas estava a Yakult e a Azuma Kirin, especialista em sakê. Já o Marukai é um mercado famoso na Liberdade que vende produtos japoneses importados e fabricados aqui. Os preços não estavam tão diferentes dos praticados nas unidades originais, mas a facilidade de encontrar as coisas com a proximidade, tornaram as compras atrativas.

Cultura japonesa

Havia muitas atrações para quem quisesse mergulhar mais nas tradições, oportunidades para estudar e trabalhar no Japão pela JICA,  aprender a língua pela Aliança Cultural Japonesa e muita arte com a cerimônia do chá, oficinas de dobraduras e escrita japonesa e uma área inteira destinada para terceira idade.
Cultura geek japonesa | (Imagens acervo pessoal)
Dentre os estandes estavam vários produtos para quem ama a cultura geek japonesa, com roupas, itens de uso pessoal e cacarecos inspirados em personagens de games, animes e mangás. 
Até as privadas japonesas já podem ser compradas para sua casa com o menu traduzido em japonês, pela quantia de R$2300,00.
O vasinho bonitinho do Groot estava por R$150,00, e os moletons com personagens a partir de R$99,00 na maioria das lojas.
As almofadinhas de sushi, onigiri e sashimi são da Komê e os preços variam por tamanho, o chaveiro mais barato saía por R$16,00.
Outra marca que aterrissou no Brasil há pouco tempo, e que é muito conhecida dos cosméticos japoneses de cuidado para a pele é a Bioré, mas faço post depois contando o que peguei e o que podemos esperar deles ainda por aqui.

Alimentação

Havia muitos estandes de comida lá, e acho que é o ponto alto da feira, onde podemos degustar as comidas mais conhecidas - principalmente por descendentes - feitas de diferentes formas pelas províncias japonesas. 
Os preços começavam com R$7,00 nas porções de 5 a 6 unidades de guioza ou nikuman, ou R$3,00 nos docinhos como dango e ichigo daifuku - morango enrolado no doce de feijão e coberto por moti.
Havia muito lamen, udon, yakisoba (pratos com macarrão) e variedades de frango e peixe. Já os pratos salgados variavam entre R$20,00 e R$25,00.
Minhas escolhas no sábado (21) | (Imagem de acervo pessoal)
Confesso que deixei de tirar foto de tudo o que comi, mas essas foram as escolhas com imagens: onigiri recheado com missô, porção de karague (frango frito e empanado) e guioza, lamen e sorvete de maçã de sobremesa.
Ainda comi tempurá de camarão, nikuman, choux cream e sonho - alguns comprados e levados para casa. 
O mais cansativo da feira eram as filas, sem dúvida. Fui na sexta para cobrir o evento pelo Instagram e vi a grande diferença em relação ao fim de semana, mas é ter paciência e ir com intuito de se divertir.
O Festival do Japão acontece todo ano em julho, é preciso checar as datas, os ingressos comprados online e antecipadamente costumam ser mais baratos, e há transporte gratuito do metrô Jabaquara até o local.

Alguém mais foi? Comentem! O que mais ficaram interessados?


26 comentários:

  1. Ahhhhhh eu recebi o convite pra ir mais pena morar tão longe!!
    Deve ser o máximo né conhecer os produtos e ainda se diverte com os atrativos!

    Beijinhosss ;*
    Blog Resenhas da Pâm

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu fui pela feira, na Ikesaki só conheci o estande, não participei do evento exclusivo, mas já foi também.

      Excluir
  2. Deve ser incrível.. japão tem coisas incríveis!
    Beijos

    www.estiilocarol.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu ainda vou para lá conhecer de pertinho as coisas!

      Excluir
  3. Deve ter sido tãão gostoso esse evento! Eu sou "a desligada" e nem fiquei sabendo kkkkkkkk.

    Beijo!
    Cores do Vício

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Para falar a verdade, nem eu sei como fiquei sabendo, só sei que vou tem muito tempo e sempre é em julho, põe na agenda do celular.

      Excluir
  4. queria muito ter ido nesse festival, mas acabou nao dando certo. adorei conferir um pouco de como foi o evento por aqui

    www.tofucolorido.com.br
    www.facebook.com/blogtofucolorido

    ResponderExcluir
  5. Que legal, não conhecia o festival ainda, mas olha eu ia me deliciar nas comidas típicas, ia querer experimentar tudo.
    Charme-se

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Mas essa é a graça eu acho, tem até tempurá de sorvete

      Excluir
  6. Que delícia de evento, ia ficar doida.
    Big beijos
    www.luluonthesky.com

    ResponderExcluir
  7. Olha esse evento deve ter sido muito legal, eu vi pelo instagram algumas coisas e fiquei encantada

    Bjss

    Blog Adriane Quaresma

    ResponderExcluir
  8. Esse evento deve ter sido demais, queria muito ter ido ❤
    www.blogsereiando.com

    ResponderExcluir
  9. Que delícia de evento, deve ter sido muito divertido! Amei suas fotos.

    www.kailagarcia.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada Kaila! E elas nem ficaram como eu queria, a luz estava estourando tudo, tive que tratar no PS.

      Excluir
  10. Queria tanto ir, parece ser incrível esse festival.

    Beijos
    www.pimentadeacucar.com

    ResponderExcluir
  11. AAh, eu queria tanto ter ido! Mas fiquei sabendo em cima da hora :( E o valor de entrada + alimentação iria sair muito caro :( Mas amei acompanhar seus stories ♥ AAh, e vi na TV umas coisas tão diferentes que normalmente não é vendido pra comer que fiquei desejando rsrs

    www.vestindoideias.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Você tem que se programar antes, na internet saía 21 reais, daí para comer com uns 50 dava prato principal + bebida e algum docinho :)

      Excluir
  12. Ahhh que demais, queria ter ido, mas cheguei em SP alguns dias depois.

    Beijos
    Mari Dahrug
    http://www.rabiskos.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Menina e eu achando que você ainda tava em Buenos Aires hahaha Vai ano que vem, vai adorar

      Excluir

Deixe seu comentário, e obrigada!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...