Slide

Lugares que mais gostei em Buenos Aires

Olá! Hoje o post veio de quinta porque ontem acabei me enrolando e não consegui fazer post, mas nem por isso a gente desanima, não é mesmo?
Este é um post atrasado, porque fui viajar para Buenos Aires em dezembro e acabei postergando as coisas que tinha para falar porque em janeiro as pessoas tiram férias e o acesso diminui um pouco. Eu passei 5 dias em terras argentinas (25/11 a 30/11) e listei aqui os três lugares que mais gostei de visitar, claro que passei por pontos turísticos mais famosos como a Casa Rosada (que não consegui entrar porque precisa fazer reserva e eu não sabia), Flor Generalis (que estava na mesma posição todos os dias que a vimos), Galerias Pacífico (shopping mais antigo), Bairro da Recoleta, Livraria El Ateneo e etc. Mas, estes que vou falar me deixaram mais feliz em ter ido.

Puerto Madero

Se teve um lugar que roubou meu coração em Buenos Aires é Puerto Madero. Literalmente um porto às margens do Rio de la Plata que engloba restaurantes e lojas em seu entorno, o clima é agradável para passear em casais ou em família e as fotos de fim de tarde que tirei foram as mais incríveis, nenhuma delas eu precisei mexer em luz ou em cores.
Puerto Madero no fim de tarde | (Imagens de acervo pessoal)
 Um dos passeios que se tem para fazer é visitar essas embarcações chamadas de Fragata usadas pelo exército, elas ficam atracadas no porto e viraram um museu. A entrada é bem baratinha, acho que foi cerca de 10 pesos por pessoa, fiquei encantada em poder entrar e mexer nas coisas, ver os compartimentos, o timão, a cabine de bordo e os quartos dos oficiais. Vale muito o passeio, sem contar pela quantidade de bares e restaurantes bons que tem por ali.
Eu dentro da Fragata | (Imagem de acervo pessoal)
Jardim Japonês

Ali no meio da cidade no bairro de Palermo existe um jardim japonês incrível, ele existe desde 1989 como um acordo cultural entre a Argentina e o Japão. Dentro há também um restaurante, uma casa de presentes, salões para eventos e sala de leitura. Eu mesma só paguei a entrada, que faz um tempo e não lembro quanto foi, no site não é dada a informação, então fico devendo essa.
O jardim tem várias pontes  por cima de um lago super bem cuidado, que também tem carpas. É um espaço em que podemos nos sentir um pouco na cultura oriental, mas em plena cidade portenha. Mais uma vez não mexi na luz ou cores das imagens, ficamos cerca de uma hora lá.
Detalhes jardim japonês | (Imagens de acervo pessoal)
Há também uns painéis em que vocês podem comprar amuletos e pedir pela sorte, amor ou saúde. Nas lojas de regalos (presentes) você encontra também coisas mas típicas como chaveiros, miniaturas, origamis, camisetas de mangás e animes, achei bem completinha. Recomendo o passeio também para casais e família.
Vista do jardim japonês | (Imagem de acervo pessoal)
Teatro Colón

Quando chegamos em Buenos Aires não sabíamos que iríamos pegar um feriado pelo meio do caminho, desembarquei às 22hs da sexta, e o feriado era na segunda. Por isso, algumas coisas que queríamos ver tiveram que ser deixadas para última hora, como foi o caso do Teatro que vi na quarta depois do check out do hotel.
Mas, meus amigos, é maravilhosa a visita e a história do lugar, recomendo para quem gosta de cultura e admira as belas artes. 
A maior parte da construção e dos seus detalhes foi trazida da Europa, e cerca de 3 arquitetos passaram por sua trajetória (tem um mistério nisso, mas não vou estragar, quem for vai ficar sabendo).
Detalhes Teatro Colón | (Imagens acervo pessoal)
 Ele é o equivalente ao nosso teatro municipal, com a diferença que é um dos top 3 no ranking de melhor acústica no mundo. Segundo a guia tudo o que faz parte da sala contribui para isso, desde o formato da cúpula, a disposição das cadeiras até o material utilizado nas cortinas, tapetes e paredes. O teatro funciona todas as semanas, com espetáculos que vão desde concertos a peças, com ingressos que variam de preço popular ao mais caro. A ala que era a mais pobre fica lá em cima, onde mulheres e homens assistiam aos espetáculos separados, e em pé.
Palco Teatro Colón | (Imagem acervo pessoal)
A única coisa ruim deste local são as luzes, elas não deixam fazer fotos boas, todas ficam um pouco esfumadas, como se o obturador da máquina não conseguisse tirar o borrado delas. Mas, enfim, espero que todos vocês tenham a oportunidade de pisar aqui algum dia, ou assistir a alguma coisa (que eu não consegui).
Ainda vou falar sobre os restaurantes que fui por lá, para quem não viu tem um post falando os melhores alfajores que comi. Aproveitem e me sigam nas redes sociais @vsusaki no Instagram e Twitter e curtam a página do blog no Facebook.

6 comentários:

  1. Eu achei esse porto lindo também e os bairros na beira do porto também tem alguns ótimos restaurantes né!
    Beijos
    BlogCarolNM
    FanPage

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sim, eu comi bem demais nessa viagem, ganhei um quilo que fica indo e voltando até hoje hahaha

      Excluir
  2. Menina, eu sou doida para conhecer Buenos Aires.
    Fui a Foz do Iguaçu o ano passado e atravessei a fronteira, mas não é a mesma coisa.
    Amei conhecer um pouquinho mais com você!
    Belas fotos! Mesmo a embaçada! Ahaaa...
    bjO e bom fim de semana!

    Dany
    Blog Breshopping da Dany
    Conheça também o Breshopping da Dany KIDS

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu vi esse seu post! Achei demais cruzar a fronteira indo de ônibus. Fica de olho num site chamado Melhores Destinos, eles sempre soltam promoções com passagens para América Latina.

      Excluir
  3. Que fotos maravilhosas!
    Eu fui pra lá de cruzeiro há uns anos e passei dois dias lá.. é uma cidade linda né? Lembra bem ares europeus!
    Viajar é tudo de bom né? Amo!
    Beijãoo
    Jake
    Blog Jake Badulake

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Lembra sim a Europa, principalmente a França. Mas, eu fiquei admirada com a culinária deles e também pela limpeza das vias.

      Excluir

Deixe seu comentário, e obrigada!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...