Slide

Como usar: camiseta dos Ramones



As camisetas de banda nunca precisaram estar na moda para serem usadas por quem gosta delas. Muitos fãs compram camisetas dos ídolos para ir a shows, passear na rua, ensaiar com sua própria banda ou se integrar mais ainda com amigos que tenham o mesmo gosto em comum.



Mas, de umas temporadas para cá, a moda virou os olhos para as camisetas de banda, principalmente quando tachas e jeans rasgados voltaram à cena misturando o punk e o rock com a rebeldia dos jovens dos anos 70 e 80.


O post de hoje tem um apelo especial ao Ramones por ter sido uma banda que mudou o cenário do punk rock, mas que muitas meninas por aí que estão usando a camiseta não sabem. Usar a camiseta de uma banda para estar na moda, sem saber as músicas ou ao menos o estilo é ser extremamente fútil, me desculpem. Muitas bandas faziam músicas contra cenários políticos, formas de pensamento e para quebrar barreiras, por isso, ao usar a camiseta de alguma banda é bom que você saiba um pouco sobre ela. Quem usa o estilo punk rock para estar na moda é o clichê chamado de punk de butique.




Para ajudar vou dar informações básicas sobre os Ramones, mas sugiro que vocês ouçam as músicas e só comprem as camisetas se gostarem do que ouvirem. Acho muito feio isso de banalizar as camisetas com tanto significado só por que Rihanna ou Paris Hilton usaram na semana passada.

Os Ramones se formaram nos anos 70, inicialmente com três integrantes, o Joey (vocal), Johnny (guitarra) e Dee Dee (baixo), a primeira apresentação foi em 1974 em Nova York em um local de rock underground. Passaram por algumas formações ao longo da trajetória da banda, incluindo integrantes como o Tommy, Richie e Marky (bateria) e CJ (baixo). A última apresentação foi feita em 1996, depois de 22 anos de carreira, com a formação final: Joey, Johnny, Marky e CJ.
Última formação: Johnny e CJ atrás, Marky e Joey na frente


Várias músicas fizeram sucesso, e as que não entraram nas paradas musicais também eram boas, lembro de ouvi-las em vinil ainda. Se alguém te parar no meio da rua para saber pelo menos UMA música da banda a primeira resposta deverá ser: Blitzkrieg Bop, é esse nome complicado mesmo que quem estudou história deve saber bem (tipo de tática do exército alemão na primeira guerra mundial que consistia em um ataque rápido ao inimigo).

E se você não souber nem pronunciar essa música, tente outras: Pet Sematery (trilha do filme O Cemitério Maldito), The KKK took my baby away (sobre a Klu Klux Klan seita racista de 1866 que atacava pessoas), Howling at the Moon (Shalala), I don’t wanna grow up (sobre as dificuldades de amadurecer), Psycho Therapy (sobre enlouquecer), entre outras muito boas.
 
Hayley Willians do Paramore com modelo pink

Se vocês colocarem a playlist no Youtube várias listas vão aparecer, sugiro ouvir antes de comprar. Ok?


E se você gosta ou gostou da música e do estilo e quer usar as camisetas, jaquetas e regatas da banda de punk rock mais legal de todos os tempos, segue as inspirações das fotos. As lojas de departamento como Renner, Riachuelo e Marisa estavam com coleções de banda de rock, vi a do Ramones na Renner em janeiro.

Com legging

Com short e camisa xadrez
Com short de renda e colete de couro

Com short de onça e camisa jeans (coturno marrom!!)

2 comentários:

  1. "The KKK took my baby away" na verdade é uma alfinetada do Joey no Johnny. Explicando, a namorada do Joey havia largado ele para ficar com o Johnny (eles acabaram se casando se não me engano), e como o Johnny era um direitista conservador radical, o Joey, que era liberal de esquerda, fez essa música usando como metáfora do posicionamento político do companheiro de banda a Ku Klux Klan. No documentário "End of Century", que aliás recomendo, é citada essa história.

    ResponderExcluir
  2. Obrigada pela contribuição anônimo.

    Já tinha ouvido falar dessa história, mas não quis aprofundar muito o post. Só expliquei o KKK por que tem muita gente que nem sabe o que é isso.

    ResponderExcluir

Deixe seu comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...