Slide

Look das profissões: editora de fotografia



Essa tag do blog é prática e feita para ajudar as profissionais que gostam de dicas de onde comprar roupas e como usar tendências de forma correta no trabalho. Para encontrar outras profissionais que já colaboraram aqui no blog é só procurar pela tag: look das profissões.


A entrevistada de hoje é a Camila D’angelo de 31 anos que trabalha como editora de fotografia. As principais atividades dela são a pesquisa e edição de imagens, os locais em que ela pode atuar são: acervos, museus, galerias e institutos, que precisam de material iconográfico. Mas, na área de comunicação as agências de publicidade contratam esses editores para atuar com filmes e comerciais de TV. Interessante não?
 
Camila em pesquisa iconográfica

Como os ambientes de trabalho são mais democráticos e a profissão não lida diretamente com o público o vestuário fica mais para o lado do informal, mas naquele esquema de usar roupas próprias para o ambiente de trabalho. Perguntei para Camila como ela descrevia o estilo pessoal e profissional, ela respondeu que segue a linha do discreto e básico, para não ter erros. Além disso, evita roupas com muito decote e justas, o que vira um quebra-galho podendo expandir o guarda-roupa para o dia a dia e momentos de lazer.


Para criar os looks mais básicos, porém, dar uma diferenciada entre si e coordenar elementos de destaque a Camila opta por finalizar com acessórios, investindo sempre em brincos, que jura que não tira nem na hora de dormir. Ela dá a dica de investir em calças jeans e blusas brancas que ornam com 90% de quase todo guarda-roupa. Se o seu emprego deixa usar calça jeans a dica é super válida.
 
Camila com jeans e jaqueta de couro na baladinha

Na hora de ir às compras a editora procura pelas araras roupas para o trabalho, já que quando vai sair a rotina é sempre um happy hour. Nisso uma bela maquiagem e acessórios mais chamativos como maxi colares ajudam e muito para transformar um look básico. Os sapatos que a Camila mais investe são as sapatilhas, que para trabalhar são mais práticas e mais baratas.
 
Colares que quebram o "básico" (Imagem do Google)

Ela afirma que editores de fotografia devem vestir-se pensando no conforto, principalmente quando tem de visitar acervos e museus já que precisam andar. E para fechar com chave de ouro ela indicou uma loja em Santo André que costuma frequentar e que vende roupas bonitas e acessíveis, anotem aí: Loja Só saia na Av. Paraíso, 568. Em época de liquidação as peças ficam entre R$10 e R$30.

Nas fotos a Camila aparece em momento de pesquisa iconográfica na biblioteca e na outra num momento de baladinha em um sábado. Espero que tenham gostado, e aqui no blog a gente agradece a colaboração. ;)

Seja o primeiro a comentar!

Postar um comentário

Deixe seu comentário, e obrigada!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...