Slide

Investimento certo em roupas



Já pararam para pensar se na hora de comprar roupas e acessórios vocês estão fazendo um investimento certo? Sim, por que tudo o que podemos comprar com dinheiro (tirando os alimentos) é um investimento para nossa vida. Por isso, saber comprar roupas de forma inteligente é a melhor saída para quem quer se vestir bem, e não ficar no vermelho e com roupas encostadas no armário.

Resolvi fazer esse post por que na semana passada eu fiquei em um dilema numa loja que fui conhecer: levar uma regata com renda na barra e no decote por R$42,90, ou uma camisa toda rendada nas costas no estilo azulejo português por R$120,00. No momento atual da minha vida a pessoa aqui não pode ficar fazendo gastos errados, então vocês pensaram que eu escolhi a regata, certo? Errado.
 
Investimento certo nas roupas, dinheiro certo na carteira
Quando vamos investir em roupas temos que pensar numa lista básica para nosso dia a dia no trabalho e em nossa vida pessoal, essa lista varia para cada pessoa, rotina, tempo, espaço etc. Depois que temos o básico é hora de investir em peças que podem criar diferentes looks com o que já temos, e que possam ser usadas não apenas para um fim específico. Quanto mais dessas peças a gente tiver, mais possibilidades de combinação teremos e menos “-eu não tenho roupa” vamos falar.

Pensei em comprar a camisa, pois ela me dá looks em pelo menos 3 ocasiões distintas: com calça social vira look de trabalho, com shorts é para um almoço de domingo e com uma calça colorida, ou mais trabalhada como uma legging de ‘couro fake’ é visual de sair com amigas, ou jantar fora. Enquanto que a regata não era para ambiente de trabalho e me limitaria a usá-la em dias mais quentes, ou apenas por debaixo de alguma camisa. Logo, R$120,00 que divide 4 looks que eu pensei me dá: R$30,00, e isso vai diminuindo conforme for criando mais possibilidades e pela durabilidade que ela me propiciar. E pelo tecido e acabamento posso usá-la sem dúvida por mais de um ano, não apenas em uma estação.

Ao comprar peças de maior qualidade é legal fazer essa divisão e ter esse pensamento: quantos looks consigo montar? Em quantas ocasiões posso usar? É modismo? O material vale o preço pedido?

Essa última questão é muito importante, tenho visto muitos lugares vendendo camisas com puro poliéster e pedindo mais de R$100,00 por ele. O tecido esquenta, é ruim no contato com a pele e não deixa você transpirar direito. Prefira tecidos como algodão, viscose, linho e chiffon de seda que além de durarem mais, são macios no contato com a pele e são mais fáceis de fazer a lavagem, além de durar mais.

Itens que eu acho um investimento no quesito acessórios são: bolsas de couro de marca (uma LV passa gerações quando bem cuidada), sapatos de couro macios de cores neutras (você sempre precisa deles, e não machucam o calcanhar), óculos escuros com proteção UV (tipo aviador, ou Wayfarer que nunca saem de moda), camisas brancas de algodão (elas nunca são demais), jaqueta de couro (marrom é tão elegante!).

Eu mesma não tenho nem um terço disso que sugeri, mas tenho como metas de investimento. Gosto de pensar que tenho roupas e acessórios atemporais e que investi em compras que além de me deixar bem vestida, vão me acompanhar por bastante tempo valendo cada centavo daquilo que paguei.
E no próximo look da vez prometo mostrar como estreei minha camisa nova. Façam esse exercício nas suas próximas compras.

1 comentários:

Deixe seu comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...