Slide

Hitam – cozinha Thai



O restaurante escolhido foi o ‘Hitam - Cozinha Thai’ que fica na Rua Áurea, 333, Vl. Mariana (uma travessa da Joaquim Távora, próximo ao metro Ana Rosa). Efetuei nossa reserva, que saiu de graça porque foi a primeira pelo Grubster.

O restaurante é um lugar charmoso e acolhedor que comporta três ambientes diferentes: ao ar livre, que durante o dia é protegido do sol por folhas de parreiral, e à noite enfeitado à luz de velas; parte interna e o mezanino. Escolhi a parte ao ar livre, mais romântica. A trilha sonora tinha músicas típicas da Tailândia e Índia. O atendimento é excepcional, desde o maitre até os garçons.

No cardápio há uma opção interessante chamada de degustação (que serve perfeitamente duas pessoas) e sai em torno de R$118. O menu é composto por três opções de entrada, três pratos principais e quatro sobremesas. Há opções de bebidas típicas, além das normais como água, suco ou refrigerante.

E foi o que pedimos (eu e meu namorado):
Entradas: Kratong-tong - Trio de cestinhas crocantes assadas nos sabores trio de cogumelos, palmito pupunha e frango com especiarias; Rolinho primavera estilo tailandês com camarão, tofu e cheiro verde; Trouxinhas veggie cozidas no vapor: Bem parecidas com gyoza ao vapor;

Prato Principal - Camarão ao curry verde tailandês com leite de coco com ervilha torta e tomate cereja, - meu favorito; Filet mignon de porco agridoce com abacaxi, alho poró, brócolis, cenoura e manjericão Thai; Quinua com curry vermelho, mix de legumes, grão de bico ao toque de molho de iogurte com capim santo;


Sobremesas - Pudim de tapioca com calda de lichia; Banana Thai e frozen iogurte com gengibre; Crepe de nutella com fios dourados com leve toque de pimenta.
Pra quem achar que culinária Tailandesa é muito picante, fique tranquilo, porque o restaurante “adaptou” os pratos típicos para o paladar brasileiro, ou seja, sem pesar na pimenta.



Vamos falar um pouco do dress code para ambientes como este?
Por se tratar de um jantar em noite amena e romântico, a produção precisava ser um pouco mais elaborada do que o meu par de jeans e a minha blusinha favorita. Escolhi um vestido tubinho preto um pouco acima do joelho da Collins, uma jaquetinha de renda verde escura da Seiki, um par de sapatos de salto com detalhes vazados da Crysallis e uma cluch preta. Para a maquiagem apostei em tons de cinza para a sombra com muito rímel e lápis preto (que realça olhos claros, #ficadica), um colar discreto com um pequeno pingente da Vivara, um anel e um par de brincos combinando.
Look da Amanda
Para os homens o traje fica mais fácil, meu namorado optou por um par de jeans, um sapato preto, uma camisa polo, e pronto, já estava gato! Em geral os clientes do restaurante estavam bem vestidos, mas nada que chegasse ao patamar “traje de gala”, em geral as mulheres de salto, com roupas em tecidos variados (fugindo do jeans), maquiagem e acessórios de destaque, e os rapazes na combinação imbatível: calça (jeans na maioria), camisa / camisa polo e sapatos!

Não sou expert em dicas de moda, essa área é de domínio da minha amiga e criadora deste blog, Vânia. Mas arrisco em sugerir que, ao visitar restaurantes diferentes, para jantares, opte por produções um pouco mais elaboradas, fugindo do par de jeans e dos sapatos baixos, use maquiagem e escolha acessórios de destaque, porque fazem toda a diferença no look!

Postado por: Amanda Leal (colaboradora de resenhas de restaurantes) 

Imagens: retiradas do site do restaurante com o nome dos fotógrafos nelas. 

Site do Grubster.

Seja o primeiro a comentar!

Postar um comentário

Deixe seu comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...