Slide

Tênis de Corrida: Liberte-se


Aproveitando o embalo das Olimpíadas, resolvi contar um pouquinho para vocês sobre meu amor pelas corridas de rua e, claro, minha paixão igualmente grande pelos tênis de corrida. Há algum tempo, estimulada pelo meu marido, que já corre desde pelo menos os 12 anos de idade, adotei a corrida como meu esporte e minha terapia. Além de ajudar a esculpir o corpo, a corrida serve para mim como uma higiene mental e um treino de paciência. Digo isto porque muitas vezes falta saco para sair da cama e calçar o tênis, mas até este pequeno passo inicial ajuda você a treinar a sua cabeça e corpo para enfrentar outras dificuldades. Com tudo isto em mente, calço o tênis pelo menos cinco vezes na semana para treinar, e ainda participo de algumas corridas de rua, que são eventos muito “paz e amor”, além de SUPER divertidos. Deixando um pouco de lado o meu discurso de “apaixonada” pelo esporte mais democrático do mundo, preciso contar sobre uma paixão que cresceu à medida que a corrida foi ocupando mais espaço na minha vida – sim, os tênis de corrida!



Hoje tenho duas categorias de tênis: os que uso para malhar, e os que uso para correr. Embora no fundo qualquer tênis funcione para ambas as funções, à medida que você vai entrando no mundo da corrida percebe que precisa de opções mais leves e com bom amortecimento, algo que não é necessário nos tênis que usamos para malhar. Além das considerações “técnicas”, eu pessoalmente adoro os modelos chamativos, de preferencia os neon. Se brilhar no escuro, então, fico louca. Enfim, fujo sempre do básico quando o assunto é tênis... Isto até mesmo nos meus tênis do dia-a-dia (um dia faço um posto falando sobre eles).
Hoje em dia uso dois pares de tênis para malhar... Eles já estão velhinhos, e não têm um amortecimento muito legal para a prática de corrida, mas são SUPER confortáveis na hora de puxar peso. Eu os considero tênis “bonitos”, porém pouco funcionais para corrida. Eles são do modelo Wave Creation 12 da Mizuno. Há pouco foi lançada a nova versão deste mesmo tênis, o modelo Wave Creation 13, que tem cores maravilhosas! Honestamente, não vejo grandes diferenças entre os dois modelos, por isto optaria mesmo pelo mais barato. Outro detalhe para prestar atenção é o amortecimento e peso deste tênis (360gr) que, em minha opinião, apesar da promessa do fabricante ser diferente, não favorecem muito quem corre e, pelo menos em mim, acabam resultando em dorzinhas chatas nos joelhos e pés. Resumindo, este é o tipo de tênis para quem quer fazer bonito, mas não precisa se preocupar com performance. Todas as marcas oferecem boas opções deste tipo, e para esta função, não importando a marca e modelo, eu sempre optaria por modelos com cores marcantes. Algumas opções desde mesmo estilo são o Nike LunarGlide+ e o Asics GEL-Excel 33.



Já para correr, atualmente uso outros dois pares que me dão mais suporte para a corrida, mas são tecnicamente diferentes. O Asics Noosa Tri 7 eu uso mais no dia-a-dia, e é o “mais lindo dos chamativos lindos”. Ele une tudo que eu poderia desejar em termos de design, cores, e excentricidade. Até brilhar no escuro ele brilha – um amor! Além disto, ele já é bem mais leve do que o Mizuno Wave Creation 12, tendo por volta de 300gr (falando assim parece muito pouca diferença, mas juro que você sente). O amortecimento também é muito mais macio, e eu não sinto que meus pés estão sofrendo com o impacto natural da corrida.


O outro tênis que uso para correr, o Asics Hyper 5, não é assim uma Brastemp em termos de design, mas é chamativo na medida e levíssimo, perfeito para correr longas distâncias. Acabo usando este quando quero bater algum recorde pessoal, ou para participar de provas, porque ele é, apesar de ser o mais baratinho de todos, o mais adequado para a prática da corrida. Quanto ao peso e amortecimento não tem nem comparação com os demais, pesa não mais do que 190gr e você sente toda essa leveza refletida nos seus pés. No começo até demorei para me adaptar, parecia que estava descalça, mas protegida ao mesmo tempo. Um tênis muito parecido com este é o Mizuno Wave Musha 3, que é muito lindo (sonho de consumo do momento).


Enfim, se você está procurando um tênis para começar a mexer o corpo, ou simplesmente para substituir aquele que está quase andando sozinho, sugiro pesquisar bastante sobre a sua pisada e conversar com um vendedor sobre seus objetivos. Na flagship store da Asics, quefica na Oscar Freire, você pode fazer um teste SUPER moderno de pisada gratuitamente. Vale muito a pena, e no final você ainda descobre quais tênis da marca tem as características que melhor se encaixam nas suas necessidades. Em outras lojas especializadas eles também podem te dar boas dicas dos modelos que melhor se adequam a você. Outra boa fonte de informações quando o assunto é tênis, é o site O2 Por Minuto, que tem um guia bastante ilustrativo e mostra tudo que está no mercado atualmente. Fora isto, minha dica é aproveitar que a prática de esportes é um momento de libertação, e tentar sempre fugir do óbvio ao escolher seu próximo “melhor amigo”, respeitando sempre as necessidades do seu corpitchu!

PS: Quer saber um pouco mais das coisas que eu gosto no momento que às vejo? Me segue no Instagram - barbararees. Muito amor para vocês!

Por Barbara Rees


3 comentários:

  1. Poxa Bá, texto super completo sobre tênis! Bom para nossas leitoras saberem da importância de saber escolher o certo para determinadas atividades :)

    ResponderExcluir
  2. Oi! Eu nao entendi muito bem... Estou interessada no asics excel 33 para corrida, ele é melhor pra malhar é isso? Obrigada!

    ResponderExcluir
  3. Olá! Gosto também de tênis e tenho até uma coleção de modelos que não se acha para vender mais. Gostaria de saber se você, caso fosse se desfazer desses mizunos, me venderia eles. São modelos com cores que não se acha mais em loja. Abraços!

    ResponderExcluir

Deixe seu comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...