Slide

Diferenças entre: mechas californianas e ombré hair

Desde 2010 eu uso luzes mais claras no meu cabelo, já retoquei 3 vezes e mudei o tom de loiro, mel e agora dourado, para combinar com meu cabelo que é castanho médio. No começo todo mundo disse que eu estava loira, mas conforme as pessoas vão se acostumando acabam percebendo que as luzes iluminaram mesmo o meu rosto.

A decisão foi tomada porque eu mal tenho sobrancelhas (genes orientais) e o cabelo escuro evidenciava mais isso, porém, sempre fui  a favor de cabelos castanho, acho as tonalidades mais bonitas de cabelos.

Mas, retocar as raízes a cada quatro meses tem me deixado um tanto chateada, a raiz vai crescendo e isso me desanima, porque tenho fios longos e é uma facada em questão de dinheirinhos para que ele fique em dia, e olha que meu cabelo não é daqueles que cresce muito a cada 15 dias. E reparando na tendência dos fios nesses últimos tempos comecei a pensar em fazer mechas bem mais abaixo da raiz, porque a manutenção é muito mais fácil.

Só que fiquei em dúvida, faço as mechas californianas, ou mechas ombré hair? Porque vejam bem, vieram me dizer que mechas californianas saem de moda e são mais a cara do verão, e gente, de boa, eu não estou nem aí para a moda do cabelo, sei o que funciona com meus fios e o que deixa meu rosto bonito, essa é a única moda que eu não recomendo que se siga, a não ser que você tenha muito dinheiro e nenhum medo de mudar a cada seis meses.

Pois bem, vamos às diferenças?

Mechas californianas:

Criadas a alguns anos por cabeleireiros que queriam imitar o efeito do sol nas pontas dos cabelos de surfistas, as mechas californianas não começam desde a raiz. Em alguns lugares ela já é considerada clássica e feita por morenas e loiras que querem destacar a cor dos seus fios. Ela é feita com água oxigenada e feita mais abaixo da raiz dos fios causando um efeito degradê até atingir as pontas que ficam mais marcadas. Muitas famosas usam esse tipo de mecha, basta saber escolher o tom adequado da cor  nova com sua pele.


Ombré hair

O nome ombré vem do francês e assim como as ombré nails significa imitar um efeito sombreado. Essas mechas começam a partir da marcação das orelhas e são mais marcadas que as mechas californianas, só que ficam mais evidentes por isso é bom saber combinar a cor das raizes com a cor das pontas. Caso fique muito estranho, os tonalizantes  conseguem salvar os resultados. Em geral são quatro tons diferentes para se fazer essas mechas.



Vendo as fotos eu quase não consegui ver bem a diferença, mas acho que vou fazer as californianas no meu cabelo, o efeito é mais suave e como fica menos marcado na hora de retocar as pessoas vão perceber menos. E vocês, tem algumas das duas mechas nos fios?

Quero agradecer quem já curtiu a comunidade do blog no Facebook, e pedi que continuem participando do sorteio, é uma forma de dar presentes para quem está contribuindo para o crescimento desse espaço.

3 comentários:

  1. Eu já tive os dois tipos.

    Antes eu fazia mechas californianas, acho que fica lindo principalmente se a menina for bronzeada (dá aquele ar de praia e verão).

    Mas com o tempo (e umas idas ao dermatologista) ele me recomendou dar uma parada com o Sol, e fui ficando cada vez mais branca.

    Como eu estava me achando muito desbotada com pele branca e cabelo claro eu resolvi voltar as origens do meu castanho claro, até para destacar os olhos. E acabou que por um ano meu cabelo ficou do tipo Ombré Hair. ;-)

    ResponderExcluir
  2. Acho lindo o efeito do ombré hair! Morro de vontade de fazer mas também morro de medo hahaha Tenho medo de não ficar na tonalidade adequada...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Josy, o bom deste tipo de coloração é que se não ficar bom você consegue arrumar jogando tonalizante, ou cortando parte do cabelo, dá bem menos trabalho que mudar toda a cor de uma vez. Acho que voc~e deve tentar sem medo ;)

      Excluir

Deixe seu comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...